top of page

Livros

Livro - A Menina da Coluna Torta, por Julia Barroso
Livro - A Mulher da Coluna Torta, por Julia Barroso
  • Foto do escritorJulia Barroso

Escoliose leve: saiba como tratar

Atualizado: 21 de set. de 2023

Considera-se escoliose leve aquela que as curvas têm até 20 graus pelo ângulo de Cobb, a principal referência da radiografia, usada pelos médicos para medir e avaliar o estágio da deformidade. Existem vários níveis de coluna torta, de brandas a graves (quando a curva passa de 40 graus), mas hoje vamos nos concentrar em falar da escoliose leve, afinal muitas pessoas descobrem a escoliose nesta fase e não sabem bem o que fazer.


Crianças, adolescentes ou adultos, qualquer que seja a idade, quando é diagnosticada uma escoliose menos grave, é importante monitorar a progressão da curva, melhorar a força muscular, a postura e a qualidade de vida do paciente. Vamos então entender o que deve ser feito para isso acontecer da melhor forma possível?


Acompanhamento médico - escoliose leve

O mais importante de tudo nesta fase é visitar o seu médico ortopedista com uma frequência razoável: de 6 em 6 meses é o mais indicado. Isso porque ele vai pedir exames de imagem para avaliar a progressão ou não da curva e fazer também a avaliação clínica. Meu filho de 13 anos, por exemplo, faz esse acompanhamento regular por ter uma curva de 9 graus e uma mãe com histórico de escoliose grave.


Fisioterapia

Já está comprovado por estudos e publicações do meio da saúde, que a fisioterapia tem um papel muito importante no tratamento conservador (não cirúrgico) da escoliose. Uma pessoa com escoliose leve deve procurar uma bom fisioterapeuta especializado para que inicie os exercícios corretos para o seu caso, afinal tudo deve ser tratado de forma individual, pois cada situação é única. A fisioterapia vai ajudar a fortalecer os músculos, aliviar possíveis dores ou incômodos e melhorar a postura.


Colete ortopédico

É rara a indicação do colete em curvas menores que 20 graus, mas pode acontecer, principalmente se o paciente for um adolescente em fase de estirão. Tudo vai depender da avaliação médica e do quanto o colete pode ajudar a estabilizar a curva em um determinado caso.


Suporte psicológico

A autoestima de uma pessoa que tem escoliose, normalmente, fica bastante abalada, especialmente nas crianças e adolescentes. Esse ponto é muito importante e precisa de atenção, por isso uma terapia com um bom profissional da área da psicologia é bastante indicado, mesmo para casos de escoliose leve. Os aspectos emocionais não podem ser minimizados de forma alguma e esse suporte psicológico faz toda a diferença. Invistam nisso!


Nunca se esqueçam que a escoliose deve ser tratada de forma individual, pois ela pode variar de acordo com a idade, sintomas e gravidade da curva.


E você, conhece alguém com escoliose leve? Me conta!

escoliose leve

79 visualizações2 comentários

2 टिप्पणियां


अतिथि
29 अग॰ 2023

Muito bom saber de tudo isso!! Parabéns Julinha maravilhosa

लाइक
Julia Barroso
Julia Barroso
29 अग॰ 2023
को जवाब दे रहे हैं

😍😍😍

लाइक
Seção Saúde
Seção Superação
Seção lazer
Seção artigos
Seção crônicas

Arquivo

Destaques

Tags

bottom of page