top of page

Livros

Livro - A Menina da Coluna Torta, por Julia Barroso
Livro - A Mulher da Coluna Torta, por Julia Barroso
  • Foto do escritorJulia Barroso

Coluna torta, como corrigir?

Atualizado: 13 de set. de 2023

Uma das principais perguntas que nos fazemos quando descobrimos a escoliose é "E agora? Tenho a coluna torta, como corrigir?". É normal que tenhamos esse pensamento, porque quando a vida chega com um problema, automaticamente, queremos achar a solução. E isso é muito bom.


Quando estamos nos referindo a escoliose, especificamente, é importante entender que cada caso deve ser avaliado de forma individual pela equipe que está cuidando da gente. Tudo depende da causa da deformidade, velocidade da evolução do caso e grau de curvatura. Mas, de maneira geral, temos duas formas principais de corrigir a chamada "coluna torta". Vamos entender mais sobre elas?


Coluna torta, como corrigir? Tratamento conservador

Essa é a forma de tratar a escoliose sem cirurgia e o sonho da maioria dos pacientes, além de ser a primeira opção sugerida pelos médicos em casos de escolioses leves e moderadas. Nem sempre é possível evitar a operação, mesmo depois de tentar todas as possibilidades do tratamento conservador, mas é importante seguir esse caminho, se essa for a indicação do médico de confiança. Até porque, segundo um estudo de 2013, realizado em 25 centros médicos dos EUA e Canadá, e publicado em uma das maiores revistas médicas do mundo, a The New England Journal of Medicine, o diagnóstico precoce da escoliose, aliado ao tratamento adequado, evitou a cirurgia em 70% dos casos. Isso nos prova a importância do tratamento conservador, que tem dois principais pilares:


- Colete ortopédico

O uso do colete é a principal resistência que encontramos em crianças e adolescentes. Não é a toa, né? Afinal, é bem difícil do dia para noite começarmos a usar algo que não estamos acostumados e que cobre toda nossa coluna. Na minha época, o tratamento para escolioses torácicas, era com o colete de Milwaukee, que estava mais para um objeto de tortura medieval. A boa notícia é que os coletes evoluíram muito nos últimos anos e, hoje, temos diversas opções muito mais adaptáveis. No post "Tipos de colete para escoliose" tem mais informações para ajudar a entender. Como escrevi anteriormente, cada caso é um caso e é preciso olhar o paciente de forma muito individualizada. Porém, o protocolo indica que crianças e adolescentes com curvas acima de 20 a 25 graus devem usar o colete na tentativa de estabilizar a progressão da curva. Um ponto que é consenso médico e bem importante de entendermos: a função principal do colete não é reduzir curva e sim estabilizar. Uma escoliose estável, com o uso do colete, é um tratamento de sucesso! Pais e pacientes devem ter isso em mente para que as expectativas estejam bem alinhadas e não haja uma frustação sem motivo. Afinal, nos frustrarmos ainda mais é tudo que não queremos - e não podemos - durante o tratamento, né?


- Fisioterapia

Exercícios específicos para escoliose, realizados com orientação de um fisioterapeuta, especializado na deformidade, podem dar muito certo. Hoje em dia, temos diversos estudos e evidências da importância da fisioterapia para o paciente que tem a coluna torta. Recentemente, entrevistei aqui para o blog a fisioterapeuta, Maria Cláudia Monteiro, que nos contou sobre sua experiência e nos deu valiosas dicas. Vale a pena conferir a entrevista aqui.


Coluna torta, como corrigir? Tratamento cirúrgico

Tudo que todos querem evitar, porque a cirurgia da escoliose é complexa, longa, cara e dolorida. De qualquer forma, em alguns casos (eu me incluo nessa), não tem como evitar a mesa de operação e, aí o mais importante, na minha opinião, é estar bem preparado física e psicologicamente para passar por esse momento. Equipe multidisciplinar, incluindo apoio de profissional da área da psicologia, família e amigos são fundamentais para ajudar a nos trazer a confiança que precisamos para enfrentar o desafio. Alguns fatores são avaliados para definir que, de fato, é necessária a cirurgia, entre eles: graus de curvatura acima de 40 em adolescentes ainda em fase de crescimento, desenvolvimento progressivo - quando a escoliose continua evoluindo mesmo com o crescimento fechado - e quando a curva não dá sinais de controle por meio dos tratamentos conservadores. Mas mesmo que o caso seja cirúrgico, não precisamos entrar em pânico. Hoje as técnicas e materiais estão bem evoluídos. inclusive com cirurgias minimamente invasivas para alguns casos especiais. Infelizmente, a fila para realizar a cirurgia de escoliose pelo SUS ainda é muito grande e demora anos para acontecer. As alternativas são: usar o plano de saúde (para quem tem), seguir projetos com o Mude a Curva para ver se haverá mutirão em sua região, encontrar Instituições como a AACD (que tem cotas pelo SUS) ou buscar recursos financeiros para aperar no particular (sei que não é fácil, a cirurgia é muito cara).


No post "A temida cirurgia de escoliose" escrevo mais sobre o tratamento cirúrgico da escoliose, com as principais dúvidas que recebo.


Espero que gostem da explicação de como podemos corrigir a coluna torta, pessoal. E estamos juntos nessa!!!!

Coluna torta como corrigir


86 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

2 Comments


Guest
Aug 22, 2023

Perfeitas explicações, parabéns, muito esclarecedoras

Like
Julia Barroso
Julia Barroso
Aug 22, 2023
Replying to

Que bom que gostou! 😊

Like
Seção Saúde
Seção Superação
Seção lazer
Seção artigos
Seção crônicas

Arquivo

Destaques

Tags

bottom of page